quarta-feira, 11 de agosto de 2010

EDUCAÇÃO VEM DE BERÇO





Quem nunca viu uma criança imitando o papai e a mamãe ou até mesmo repetindo falas, mesmo que não pronunciadas perfeitamente? Os filhos são o reflexo dos pais.
Cada gesto praticado é influência para o comportamento do bebê, desde os primeiros dias de vida. Segundo educadores, os princípios básicos, a ética e a moral que constituem a base do caráter das novas gerações vêm de berço. Tudo pode ser absorvido. Por isso, ter a consciência de ser espelho para o futuro do bebê é dever de toda família.
Diferente do ensino escolar, em casa o aprendizado é natural e constante. “Não tenha medo do não”, aconselha Cris Poli. Impor limites é o primeiro passo para obter o controle da situação e prezar pela segurança da criança.
Especialistas afirmam que para criar o bebê não é necessário poupá-lo do mundo, mas, sim, atender às suas necessidades.
É difícil para alguns adultos compreenderem, porém regras e organização fazem bem para a formação
das crianças.
O cuidado com o conceito de autoridade também é fundamental.
Em meio à razão, amor e paciência são ingredientes essenciais para a educação familiar.
Para dar dicas de algumas regrinhas e tirar dúvidas sobre a educação do seu filhote, a Sempre Materna entrevistou Cris Poli, pedagoga e apresentadora do programa Supernanny, do Sistema Brasileiro de Televisão, para ajudar os pais a colocarem ordem em casa.

Uma das questões que mais preocupam os novos pais é como educar os filhos. Há uma forma
de ter controle ainda quando bebês para que isso não se torne um problema futuro?
A educação dos filhos começa quando eles nascem. É desde bebês que colocamos os limites e estabelecemos uma rotina para não acarretar futuros problemas. Quanto mais cedo, melhor!

Para que os pais tenham sucesso na educação dos filhos, os castigos devem fazer parte das regras?
Não sou partidária dos castigos e sim da disciplina, que é ensino. Para isso, é necessário regras e incentivo.
O castigo não educa, simplesmente machuca e deixa marcas negativas na criança.

O momento da refeição costuma ser motivo de desentendimentos. Explique como educar o bebê, desde as primeiras papinhas, para ter boa qualidade na alimentação.
O mais importante é seguir a orientação do pediatra a respeito da alimentação do bebê.
Mais adiante, quando a criança compartilhar a refeição à mesa, é fundamental o exemplo dos pais.
Se todos os alimentos necessários para o crescimento forem introduzidos e se toda a família participar, com certeza essa criança se alimentará sem problemas.

Quais brincadeiras praticadas com a família reunida podem ajudar na educação da criança?
Todas as brincadeiras praticadas com a família reunida ajudam na educação. Somente o fato de estarem reunidos, compartilhando o momento, em paz e harmonia, é um grande e importante ensinamento que  perdurará na lembrança pelo resto da vida.

Os pais devem atender a todos os desejos do bebê?
Os pais devem suprir todas as necessidades do bebê, mas devem colocar limites, desde cedo, para que ele entenda que há coisas que ele pode fazer e outras não.

Como dizer o temido “não” à criança?
O “não” é um limite que deve ser colocado com convicção, tranquilidade, consistência e firmeza. Não
tenham medo de dizer “não”, é pelo bem da criança.

Como cuidar para que o filho seja feliz, sem a necessidade de ser também mimado?
Ser mimado não significa ser feliz. Esse é um erro. A criança se sente feliz quando é amada, cuidada, protegida, orientada e ensinada.

Dê um conselho para os casais que pretendem serem os “melhores pais do mundo”.
Para os filhos, somente seus pais podem ser os melhores do mundo.
Algumas dicas são: amar, respeitar, ensinar, corrigir, disciplinar, conversar, ter tempo de qualidade com ele, ouvir o que ele tem para dizer, enfim, ser presente. Assim, vocês serão perfeitos. A interação e sintonia entre o pai e a mãe são fundamentais para a educação dos filhos, pois é essa unidade que dará segurança ao pequeno

Qual a melhor maneira de corrigir os erros das crianças? A boa conversa é sempre a melhor
solução?
A criança precisa ser corrigida com amor, firmeza, convicção e autoridade, sem perder o controle, gritar ou bater. Conversar com o filho é muito importante, adaptando a conversa à idade dele. Mas, quando a conversa não surte efeito, é a hora de o pai decidir o que tem que ser feito, já que ele sabe o que é melhor para o filho.

A interação e sintonia entre o pai e a mãe da criança ajudam na educação? Por quê?
Sim, a interação e sintonia entre o pai e a mãe são fundamentais para a educação dos filhos, pois é essa unidade que dará segurança ao pequeno.

A organização da família é um ponto importante na educação dos filhos?
A organização é um ponto importantíssimo na educação dos filhos porque eles precisam de ordem para crescer e se desenvolver. O contrário de organização é caos, e nenhuma criança pode aprender, amadurecer e viver no meio da desordem.

Para os pais que têm vida profissional frenética, como compensar e aproveitar os momentos com os filhos sem deixá-los malcriados?
Os pais que têm vida profissional agitada não devem culpar-se por isso, devem aproveitar os poucos momentos livres para brincar, conversar, propor regras e impor limites, não mimá-los e deixá-los malcriados.

A avó realmente “estraga” a educação do netinho?
A avó que é consciente de seu papel não estraga a educação do neto. Colabora e aconselha os pais para que tomem suas decisões, sem interferir nos momentos decisivos.

Além da educação básica do filho, como prepará-lo para a vida social e profissional futura?
A personalidade da criança é formada entre os 0 e 7 anos de idade, tudo o que é ensinado nesse período é extremamente importante.
A base da formação do caráter é fundamental para preparar o filho para a vida social e profissional futura. Não deixe de dedicar tempo com amor e paciência durante a primeira infância.

A amizade com crianças mal educadas pode atrapalhar, ou incentivar de forma negativa no
processo de educação? Como os pais devem agir?
A amizade com certeza influi no processo de educação, mas ainda acho que a educação da família é mais forte e duradoura e pode resistir ao aprendido fora de casa, principalmente se os pais forem presentes.

Como corrigir o filho sem prejudicar sua autoestima?
A correção usando regras, rotina, disciplina, incentivo, organização e muito amor educa os filhos sem prejudicá-los. A educação equilibrada e com sabedoria dá o prumo para que os filhos desenvolvam e amadureçam fortes e sadios.

Como ensinar os pequenos que os pais são autoridade máxima, sem autoritarismo?
Os pais são autoridade máxima e responsáveis pela educação dos filhos e eles devem exercer essa autoridade de maneira consciente, sem descontrole, ou autoritarismo. Agindo assim, os filhos irão reconhecer, obedecer e respeitar, sem dificuldade.

Quais os pontos negativos dos pais superprotetores?
Esses pais são tremendamente prejudiciais para a educação dos filhos. Criam obstáculos, não permitem o crescimento e amadurecimento emocional e mental das crianças e ainda impedem que conheçam atividades ou funções novas, além de barrar a experiência de aprenderem com seus próprios erros.

Como educar os bebês para que no futuro eles não precisem da ajuda da Supernanny?
Quem precisa da ajuda da Supernanny são os pais, e não os bebês.
Crianças precisam de pais que assumam sua autoridade legítima e que organizem sua vida para educar os filhos com regras, disciplina, limites, incentivo, sem medo de serem pais, com muito amor e paciência.

CRIS POLI É EDUCADORA E PEDAGOGA - WWW.SBT.COM.BR

.Disponível: Periodico semanal da abmpdf